quarta-feira, 25 de junho de 2014

Seis anos de GEMA

"Às vezes a gente tem que fazer escolhas para o nosso bem próprio e para o bem dos outros. Às vezes fazemos coisas que não seriamos capazes de fazer, em prol dos outros, porque amamos algo ou alguém. E é assim na vida e no GEMA, a gente faz coisas que até duvidamos, porque acreditamos no grupo.

O GEMA é um recorte da nossa vida cotidiana. Às vezes muito semelhante, às vezes não, mas no fim das contas a gente sempre consegue fazer uma comparação.

No grupo, que por mais que seja mais de afetividade do que estudos, encontramos gente de todo jeito. Aqueles em que se pode confiar, aqueles que sempre se tem um pé atrás. Têm aqueles que você faz de amigos para sempre, e têm os que se mantem sempre distante, mas casa um dá o que pode e a gente recebe como pode também. E assim é a vida.

Penso que o GEMA é o estágio que a gente tem que passar para ser uma boa pessoa durante toda a vida e aqueles que tiveram a experiência de passar pouco tempo conseguiram captar nossa mensagem que sempre chega de uma forma sutil.

Bom seria que todas as pessoas passassem por esse estágio e percebessem que a vida vai muito além do que se vê.

E uma mensagem para a vida? Sejam felizes sempre ou enquanto puderem. A felicidade anda escapando das mãos de muitas pessoas por inúmeros motivos que nós mesmos vivemos dia a dia.

Ser GEMA é viver um pouco de cada experiência que a vida nos proporciona e saber aproveita-la.


E como não poderia faltar: não engravidem."

Evelyne Lima




Ocorreu um erro neste gadget